VOLEIBOL FEMININO

CLUBE de FUTEBOL "OS BELENENSES"

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Cadetes perdem na negra de jogo equilibrado

Quem no passado Domingo esteve presente no Acácio Rosa e assistiu ao jogo nas nossas cadetes contra o C. S.João de Brito, terá saído com a sensação de ter estado a ver duas equipas do CFB num mesmo jogo. Nuns momentos voleibol muito bem jogado, boa organização em todas as fases do jogo e uma eficácia no ataque muito positiva. No entanto, alternando com estes, apareceram também períodos em que se viu um autêntico apagão! Apatia generalizada, falta de comunicação e muita confusão!
A nossa equipa pagou cara a falta de consistência técnica e anímica.


Foram cinco longos set’s disputados, dos quais três foram disputados com muita garra, confiança e determinação e dois jogados de forma desconcentrada, apática e desorganizada. E os parciais refletem isso mesmo: 27-25, 16-25, 25-23, 13-25 e 13-15.


Este jogo relembrou todo o grupo uma vez mais que a vitória começa em cada minuto de cada treino. É no esforço da preparação que reside a chave do sucesso. No duelo direto com este adversário (CSJBrito) verificou-se uma evolução significativa, não só no resultado, mas também na luta ao longo de todo o jogo. Dever-se-á agora, olhar para o futuro, lembrando este passado retirar o bom que este jogo teve e trabalhar para corrigir os aspetos negativos.


E o futuro está já no próximo jogo que será no dia 4/12/2011 pelas 15hs, contra o C.R.Piedense no Pavilhão do mesmo, em Almada. Venham apoiar as nossa cadetes!

Uma palavra de agradecimento também a todos os pais, familiares e amigos que têm estado sempre presentes com o seu apoio incondicional! São também parte desta equipa!

MG

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Juniores perdem na Parede contra CNG

Neste fim-de-semana as Juniores deslocaram-se até à Parede para defrontar a equipa que se encontrava em segundo lugar na sua série, o CNG, e perderam por 3-0.

Num 1 set equilibrado, com alguma vantagem para o adversário, as nossas meninas lutaram até perto do fim pela vitória no set, mas alguns erros não forçados a meio do set e outros 3 erros consecutivos no final fez com que o set pendesse para o CNG por 25-20.

No 2 set, um inicio desastroso com a recepção a não funcionar hipotecou praticamente a possibilidade de vitória, acabámos por reagir mas demasiado tarde e a vantagem acumulada pelo CNG deu para controlar e vencer o set por 25-16.

No 3 set começámos melhor, até com uma ligeira vantagem nossa, e o set foi disputado até meio, onde novamente claudicámos no 1 toque e permitimos que o nosso adversário ganhasse avanço suficiente para gerir, e terminasse o jogo com o parcial de 25-18.

Jogo em que mostrámos alguma evolução em relação aos anteriores e onde a entrega e a atitude da equipa foi sempre positiva. Agora é tempo de voltar ao trabalho pois temos de melhorar o nosso 1º toque de forma a podermos equilibrar e disputar a vitória em todos os jogos, a começar no próximo já no Domingo às 15h contra a Filipa Lencastre.

CT

Juvenis, Crónica sem jogo

Tal como quando “o sol nasce é para todos” também as regras dos Jogos Desportivos Colectivos (neste caso o Voleibol), foram criadas para todos e para se fazerem cumprir por parte dos intervenientes.
Este Fim-de-semana a equipa de Juvenis do C. F. “Os Belenenses”/Blue teve jogo com a equipa das Oficinas de S. José, mas esse jogo não se realizou por decisão do árbitro uma vez que as atletas da equipa adversária não apresentaram a identificação (Licenças ou BI) no inicio do jogo.
Assim sendo, a nossa equipa ganhou por falta de comparência 3-0
SR

Nova vitória para as Infantis

No sábado, as Infantis do CFBelenenses/Blue somaram mais uma vitória, desta feita sobre a Escola Filipa de Lencastre, por 3-1.

A equipa do Belenenses mostrou-se sempre superior ao adversário e, apesar de alguns erros de serviço, fechou os dois primeiros sets com parciais muito desnivelados: 25-8 e 25-6.

No terceiro set, algumas alterações na equipa fizeram do set o mais equilibrado, com a vitória a cair para o lado da formação da casa, o Filipa de Lencastre, por 25-19. Algumas jogadas intermináveis, em que parecíamos apenas pôr a bola «do lado de lá» foram a imagem de marca deste set, onde as atletas azuis podiam ter estado mais concentradas.

Finalmente, no quarto set, novo controlo desde o início pelo Belenenses e o parcial de 25-11, mais uma vez, a mostrar que as Infantis se apresentaram bem melhor que as adversárias.

Podemos dizer que, apesar de controlarem todo o jogo, as meninas pareciam por vezes desconcentradas e incapazes de arranjar soluções – quem sabe por jogarem novamente tão de manhã...

O próximo jogo é já na quinta-feira, dia 1 de Dezembro, em casa do CRPiedense (Cova da Piedade), às 15h

SSM

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

C.F. "Os Belenenses" Blue / C.A. Trofa 3-0 (25-17, 25-23, 25-12)

Vitória do CFBeleneneses/Blue perante o último classificado

O Belenenses apresentou as seguintes jogadoras: 1 - Joana Polido; 2 - Andreia Anselmo; 3 - Joana Coimbra; 4 - Rita Fernandes (capitã); 6 – Sunilza Gomes; 7 – Solange Rodrigues (Libero); 8 - Brígida Ferreira; 9 – Andreia Martins; 13 - Márcia Neves; 14 - Aline Rodrigues; 17 - Daniela Loureiro; 18 - Joana Gonzalez (Libero).

O CFBelenenses/Blue recebeu, este domingo, o CATrofa e, com uma vitória por 3-0, manteve em casa os três pontos.


O Belenenses entrou bem no jogo: o equilíbrio manteve-se até ao primeiro tempo técnico, ainda que a formação azul parecesse mais forte, e, a partir desse momento, a vantagem foi sempre da equipa da casa. Aos 15-12, a lesão de Aline Rodrigues deixa os adeptos inquietos, mas a equipa respondeu da melhor forma e fechou o set com o parcial de 25-17.


No segundo set, o mais equilibrado dos três, o Trofa entrou bem melhor e, aproveitando alguma desconcentração das atletas azuis, conseguiu uma vantagem que, melhor ou pior, manteve até ao segundo tempo técnico (12-16). Aí, o Belenenses conseguiu reagir e pôs-se mesmo em vantagem, ainda que ténue, até ao final do set, que seria fechado com um serviço direto da capitã Rita Fernandes.


O início do terceiro set foi novamente favorável às atletas do norte, que chegaram ao primeiro tempo técnico a vencer por 8-6, mas voltaram a desperdiçar essa vantagem. Para isso, muito contribuiu o serviço de Daniela Loureiro, que provocou mossa na receção do Trofa e dificultou muito a distribuição das adversárias. No final do set, já dado por perdido, o técnico Manuel Barbosa aproveitou para dar tempo de jogo às atletas mais jovens e menos utilizadas. 25-12 foi o parcial que deu a vitória ao Belenenses.


De referir que o Beleneneses se podia ter mostrado mais concentrado e, sobretudo, eficaz, perante um adversário mais fragilizado, como é neste momento o CATrofa.
SSM

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Juniores perdem na estreia no Acácio Rosa

Na 4ª jornada as Juniores receberam em casa o GDD Cascais e perderam por 3-2.
Jogo mal conseguido na globalidade pela nossa parte, em que a atitude e entrega ao jogo limitaram a prestação da equipa e a impediram de conseguir alcançar o seu objectivo.

Jogo incaracterístico em que as duas equipas alternaram constantemente no seu rendimento, tal facto levou a um jogo que variou entre períodos de domínio de uma equipa e períodos de grande equilíbrio como os parciais (9-25, 25-12, 26-24, 24-26, 13-15) mostram.

1º Set com domínio completo do Cascais. Nunca conseguimos entrar no set tal foi a falta de concentração demonstrada o que aliado a um serviço agressivo do adversário nunca nos permitiu reagir.

2º set foi o inverso do anterior, melhorámos a concentração e a atitude, o que aliado a uma melhoria da qualidade e agressividade do nosso serviço permitiu-nos controlar o set de principio a fim, sem que o Cascais conseguisse reagir.

3º set com domínio inicial nosso que nos permitiu uma vantagem pontual confortável, mas em que novo período de desconcentração deitou tudo a perder e equilibrou o set, levando o mesmo a ser decidido às vantagens altura em que demonstramos muito querer e atitude vencendo por 26-24.

4º e 5º sets muito equilibrados com várias oscilações no marcador e em que o Cascais acabou por ser mais forte, apesar das nossas boas partes finais.

Voltamos a jogar no próximo domingo às 17h na Parede contra o CNG e temos de melhorar a nossa prestação e lutar muito, se queremos tentar ganhar o jogo contra um adversário forte.

CT

Juvenis vencem em Oeiras na negra

Mais um jogo a 3-2 desta vez com vitória sobre o Clube Voleibol de Oeiras. As meninas não começaram da melhor forma, “porque será?”, seria da claridade ou da cabeça estar mais do outro lado da cortina. Pois não sei, a verdade é que começámos a perder o jogo por 2-0 sem ainda ter entrado nele sequer. Mas após algumas mudanças e sempre com entradas positivas das suplentes a equipa voltou a unir-se e com muito esforço consegui a vitória por 3-2 (11-25, 19-25, 25-21, 25-22, 15-11).
De realçar o valor do adversário que como é habitual não desiste nunca e luta por todas as bolas e por todos os pontos até ao final.
Foi uma vitória sem dúvida mas as atletas devem acreditar mais nelas próprias e cumprirem o que lhes é pedido, continuar a trabalhar para conseguirem atingir o objectivo que elas próprias delinearam.
SR

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Jogo emotivo dá 3 pontos a Cadetes

Contra a equipa do Alto dos Moinhos Volei no pavilhão Acácio Rosa, alinharam pelo C.F. Belenenses as seguintes atletas: Nº2 - Maria Matilde Sousa, Nº6 – Matilde Limbert, Nº7 – Catarina Canteiro, Nº8 – Inês Poppe, Nº9 – Marta Costa, Nº10 – Ana Sofia Lourenço, Nº11 – Carolina Costa, Nº13 – Madalena Andrade, Nº14 – Catarina Rego, Nº17 – Ana Catarina Santos e Nº18 – Cátia Pacheco.

As nossas atletas estavam avisadas para este adversário e sabiam que iriam ter muito trabalho pela frente. No entanto, entraram no 1º set com muita desconcentração que levou a acumular muitos erros em todas as fases do jogo, mesmo nas ações técnicas mais simples. Uma receção desatenta, uma apatia generalizada, falta de comunicação e muitos erros levaram a que o marcador terminasse nos 25-15 a favor do adversário.


No segundo set a nossa equipa melhorou a todos os níveis. Depois de um “toca a reunir” e de muitas chamadas de atenção as atletas venceram finalmente a apatia e melhoraram as suas ações. A receção melhorou significativamente o que possibilitou a construção de um ataque mais organizado e desta forma mais eficaz. Da mesma forma também no serviço se verificou maior concentração criando muitas dificuldades à equipa contrária. Com uma melhor atitude e boas defesas a nossa equipa conseguiu superar as dificuldades de um adversário que se desorganizou momentaneamente e permitiu acumular pontos decisivos até ao final do set que a nossa equipa levou vencido por 25-17.


Quando se esperava que o segundo set tivesse dado para as nossas atletas se tranquilizarem e focarem no jogo, o terceiro set vem demonstrar uma vez mais uma equipa desconcentrada e com falta de comunicação. Apesar de no inicio acumular pontos de vantagem obrigando o treinador adversário a pedir tempo aos 2-7 verificaram-se muitos erros de serviço e uma receção e defesa novamente apáticas que assim impuserem muitas dificuldades à equipa. Por outro lado também no ataque se verificaram muitas dificuldades em concretizar os pontos. O resultado foi muito disputado durante todo o set o que contribuiu para muita ansiedade que atrapalhou muito ambas as equipas. E quando tudo parecia não querer correr bem, mais uma contrariedade… aos 22-23, a nossa atacante de entrada Catarina Canteiro lesiona-se tendo que ser substituída. Contudo, a atleta Teresa Reis entrou para honrar a sua colega de equipa e fê-lo muito bem, uma vez que contribuiu para que a equipa apesar dos nervos se reencontrasse e conseguisse superar as dificuldades. Um bom serviço na parte final do set e boas defesas conduziram ao sucesso e à vitória no set por uns longos 29-27.


No quarto set a nossa equipa estava avisada e sabia que as adversárias não iam desistir. Mais tranquilas e confiantes conquistaram uma vantagem importante logo no inicio do set sobretudo através do serviço e da defesa, obrigando o treinador adversário a interromper aos 4-9. Contudo a nossa equipa manteve-se concentrada e apesar de alguns erros de receção fruto de um serviço muito forte, em termos defensivos a nossa equipa superiorizou-se não só em quantidade, mas também em qualidade o que permitiu uma melhor distribuição e consecutivamente um ataque mais forte. A vantagem acumulada de 24-15 parecia confortável e as nossas cadetes voltaram a confiar demais nessa vantagem permitindo que através do serviço as adversárias conquistassem pontos consecutivos numa forte recuperação. A ansiedade e o grande nervosismo regressaram ao campo da nossa equipa que se voltou a desorganizar cometendo muitos erros sobretudo no ataque. Apesar da recuperação das adversárias ao fim de 5 pontos a nossa equipa conseguiu fechar o set e a vitória por 25-20, com um pavilhão já bem composto a vibrar (e a sofrer) com esta vitória.


Foi uma vitória muito importante uma vez que permite arrecadar 3 pontos importantes na classificação. Simultaneamente demonstrou-se uma vez mais que existe ainda muito trabalho pela frente a todos os níveis. Trabalhar para corrigir e para evoluir todos os dias mais um pouco e só assim seremos melhores amanhã do que aquilo que somos hoje!

O próximo desafio é já no dia 27 de Novembro, às 15horas novamente no Pavilhão Acácio Rosa contra o Colégio S.J.Brito até agora 1º classificado. Precisamos do apoio de todos, pois tal como hoje a presença dos sócios, adeptos, amigos e familiares podem fazer a diferença para melhor!
Apareçam!

MG

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

G.D.C. Gueifães / C.F. "Os Belenenses" Blue 3-2 (24-26, 25-13, 21-25, 25-19, 15-5)

Derrota pela diferença mínima em casa do 1º classificado.

O Belenenses apresentou as seguintes jogadoras: 1 - Joana Polido; 2 - Andreia Anselmo; 3 - Joana Coimbra; 4 - Rita Fernandes (capitã); 5 – Nilza Gonçalves; 7 – Solange Rodrigues; 8 - Brígida Ferreira; 10 – Carolina Gonçalves; 13 - Márcia Neves; 14 - Aline Rodrigues; 17 - Daniela Loureiro; 18 - Joana Gonzalez (Libero).

Bom começo de 1º set das jogadoras do Belenenses, que entraram concentradas sem fazerem erros e a explorarem bem todos os erros da equipa adversária, mantendo até aos 15 pontos o resultado numa igualdade, só desfeita a partir dos 18, altura em que as jogadoras azuis conseguiram 4 pontos de vantagem aproveitando uma fase de maior desconcentração adversária, que ainda tentou, mas já não conseguiu a recuperação e perdeu o set por 26/24 em 27 minutos.

No 2º set entrada muito forte do Gueifães que controlou todo o set e aproveitou alguma desconcentração das nossas jogadoras, que foram acumulando falhas técnicas pouco habituais que ditaram a derrota por 25/13 em 22 minutos.

No começo do 3º set, esperava-se uma entrada novamente em força da equipa 1ª classificada e aconteceu o contrário. Entrou melhor o Belenenses que aproveitou uma certa apatia do nosso adversário, e ganhou uma vantagem que soube gerir bem não dando hipótese de reacção às adversárias que perderam por 25/21 em 25 minutos.

No 4º set, as atletas do Gueifães, entraram para ganhar o set e obrigar à realização da negra. As nossas atletas conseguiram equilibrar o jogo até aos 10 pontos, altura em que uma alteração de estratégia ao jogo pela equipa da casa criou alguma dificuldade de adaptação às nossas jogadoras, que ao não conseguirem reagir de imediato as inpediu de manter a eficiência dos sets ganhos e levou à derrota por 25/19 em 25 minutos.

No set final, a supremacia adversária foi grande, e quem tivesse entrado no pavilhão só no último set teria dificuldade em perceber o porquê do resultado, motivo que levou à derrota no set por 15/5 em 12 minutos.

Perder em casa do 1º classificado pela margem mínima e ganhar um ponto na classificação acabou por ser um bom resultado para o resto do Campeonato, mas ficou a idéia de que podiamos ter trazido a vitória para Lisboa. A nossa equipa está a subir de rendimento e mostra ter argumentos para poder vir a realizar um bom campeonato.

Próximo jogo do Campeonato é no dia 20 de Novembro, domingo às 15.00 horas, contra o C. A. Trofa, no Pavilhão Acácio Rosa.

LB

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Minivoleibol - Uma estreia acima das espectativas!

Sendo uma equipa constituída quase totalmente por atletas que iniciaram a prática da modalidade em Setembro o desempenho foi notável!
A capacidade de aprendizagem e de entrega ao treino destas miúdas (8-12 anos) foi irrepreensível.
No primeiro torneio e como é normal, o medo, a ansiedade e os nervos estiveram presentes, no entanto as jovens atletas, divididas em 3 equipas (Minis A/ Minis B Azul/ Minis B Branca) conseguiram ultrapassar todas estas barreira e alcançaram um bom nível de jogo, evoluindo do primeiro até ao último jogo.
A nossa equipa de Minis A (8-10 Anos) conseguiu o improvável, 5 vitórias em 5 jogos, no entanto, logo no primeiro jogo a nossa atleta Marta Xavier lesionou-se com gravidade não podendo dar o seu contributo nos restantes jogos. Deste modo não apresentámos o número de atletas necessário e não poderam ser considerados os resultados conquistados. Mesmo sem uma das atletas mais experientes, pelos resultados alcançados, a nossa equipa está de Parabéns!
As nossas equipas de Minis B (11-12 Anos) apesar de alguns erros a nível técnico e táctico demonstraram toda a sua coragem dentro do campo, sem nunca desistirem de nenhuma jogada!
A equipa Branca demonstrou que é capaz de muito mais, começou com medo do jogo cometendo erros que no treino já não cometem, contudo de jogo para jogo ganharam o espirito necessário para conseguirem ser na realidade uma equipa, mostrando garra, entre-ajuda e vontade de aprender cada vez mais. Não conseguindo alcançar nenhuma vitória (dado não ter o número mínimo de jogadoras), conquistaram algo bem importante. A dedicação e entrega à modalidade.
Por fim, a equipa Azul realizou 5 jogos e amealhou 1 vitória que foi importante para o grupo de trabalho. Serviço e movimentação foram os objectivos traçados para este torneio podendo considerar-se que foram cumpridos à risca. De salientar que a nossa equipa efectuou sempre os 3 toques o que demonstra que as nossas atletas estão focadas em organizar o seu jogo e alcançar um nível melhor num futuro próximo.
É de realçar ainda que as atletas com mais experiencia transmitiram uma enorme confiança ás atletas estreantes ajudando durante todo o torneio.
Este torneio teve ainda a presença das atletas mais novas do clube (6-7 Anos) que contagiaram todas as outras com a sua alegria/energia.
Parabéns Meninas, continuem a trabalhar para conquistarem o nosso objectivo de final de época.
DL

Vitória folgada das Infantis

No sábado, as infantis do CFBelenenses/Blue, receberam, em casa, o GDSesimbra, naquele que acabou por ser um jogo fácil, ganho no serviço, para as atletas azuis.

No primeiro set da partida, com casa cheia e um pavilhão ensurdecedor, a formação da casa entrou nervosa e deu alguns pontos de vantagem: para isso, contribuiu provavelmente a ansiedade que vinha já do jogo disputado pelas Juvenis, que antecedeu o jogo. Com pouca calma e a cometer erros que já não são bem vistos, as atletas viram-se a perder por 8-13. Nessa altura, a nossa Margarida Areia chega ao serviço e, com a qualidade a que nos tem vindo a habituar, causa tremendas dificuldades à receção do Sesimbra; só falha o serviço aos 23 pontos e, nessa altura, o Belenenses tinha o set controlado: 25-15 seria o resultado final.


O segundo set, sem história, foi vencido pelo parcial 25-3, em 12 minutos: mais uma vez, foi no serviço que as atletas da casa fizeram a diferença, impedindo as visitantes de construírem o seu jogo.


No terceiro set, e perante um adversário já muito desmoralizado, foi dada a oportunidade para que as atletas com menos tempo de jogo entrassem: e cumpriram aquilo que lhes foi pedido. Assistimos a uma formação azul que se manteve concentrada, conseguiu construir muito bem o jogo e explorar os espaços do adversário – e continuou a servir de forma consistente. No final, 25-10 seria o resultado e mais uma vitória importante para o Belenenses.


O próximo fim-de-semana é de descanso, e a equipa volta a jogar no dia 26 de Novembro, contra a Escola Filipa de Lencastre, fora de casa.

SSM

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Juniores vencem na deslocação a Oeiras

Na 3ª jornada do Campeonato Nacional de Juniores o Clube de Futebol “Os Belenenses” / Blue deslocou-se a Oeiras para defrontar a equipa do Clube de Voleibol de Oeiras e venceu pela margem máxima. Jogo tranquilo das nossas Juniores que controlaram sempre os sets de forma segura e venceram o encontro em pouco mais de 1 hora.

1º set com uma entrada um pouco atabalhoada, devido principalmente à difícil adaptação ao pavilhão e à luminosidade que dificultava a leitura de trajectória de bola. Depois da adaptação possível às condições, controlámos o resto do set vencendo pelo parcial de 25-19.

No 2º set a jogar sem a luz de frente, o set foi controlado na totalidade, e apesar de alguns erros iniciais foi um set globalmente mais bem jogado e o parcial de 25-16 espelha a diferença do que aconteceu em campo.

No 3º set, já mais adaptadas, as nossas Atletas controlaram o set desde inicio mas alguma falta de concentração no final do mesmo fez com que o parcial fosse o mais equilibrado, fechámos set e o jogo com 25-21.

Vitória importante num jogo em que tivemos algumas estreias e em que demonstrámos que a integração das novas jogadoras está no bom caminho. Agora é tempo de voltar ao trabalho para continuar a melhorar passo a passo e a manter a evolução registada, pois só assim podemos crescer como equipa.
Melhoria e evolução essas que serão importantes já para o próximo jogo no dia 20 Novembro pelas 16h na Escola João Gonçalves Zarco contra o GD Cascais.

CT

domingo, 13 de novembro de 2011

Cadetes alcançam 1ª vitória

Para o segundo jogo da época, agora contra o C.D. Piedense, a equipa de cadetes apresentou-se cheia de vontade para corrigir os erros do jogo anterior. No pavilhão Acácio Rosa alinharam pelo C.F. Belenenses as seguintes atletas: Nº2 - Maria Matilde Sousa, Nº5 Beatriz Candon, Nº6 – Matilde Limbert, Nº7 – Catarina Canteiro, Nº9 – Marta Costa, Nº10 – Ana Sofia Lourenço, Nº11 – Carolina Costa, Nº12 – Carolina Miranda, Nº14 – Catarina Rego, Nº17 – Ana Catarina Santos e Nº18 – Cátia Pacheco.


Mais confiantes que na semana anterior as nossas atletas entraram em campo com mais alegria, nunca esquecendo a concentração. Com um serviço mais seguro ainda assim agressivo procuraram e conseguiram explorar as dificuldades de receção da equipa adversária e desta forma ganhar vantagem no marcador.


Bem melhor foi também a comunicação de todas as atletas o que permitiu uma boa ocupação do campo e uma boa reação aos ataques da equipa adversária sobretudo ao segundo toque. Um primeiro toque também com melhor qualidade permitiu maior organização coletiva e boas condições para as distribuidoras colocaram a bola nas atacantes que hoje revelaram-se bem mais eficazes. De um modo geral esta foi a tendência ao longo de todo o jogo. No entanto registaram-se alguns períodos de desconcentração natural devido às diversas substituições realizadas nos três sets jogados. Contudo a equipa mostrou-se solidária e unida e todas as atletas conseguiram adaptar-se ao ritmo de jogo, superar esses momentos e a equipa retomou a sua boa prestação coletiva.


A nossa equipa demonstrou superioridade em todas as fases do jogo e sobretudo maior concentração e confiança estando sempre à frente no marcador tendo fechado os parciais por 25-13, 25-13 e 25-12, em 64 minutos.


Foi um jogo globalmente bom, com menos erros individuais e coletivos que demonstra o trabalho que tem sido realizado por toda a equipa. Alcançou-se assim a primeira vitória no campeonato no dia de aniversário da atleta Carolina Miranda. Desejamos que no próximo jogo o resultado seja também positivo e para tal precisamos do apoio de todos. É já no próximo dia 19 de Novembro pelas 12horas contra a equipa do Alto do Moinho Volei, no Pavilhão Acácio Rosa.
Apareçam!

MG

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

C.F. "Os Belenenses" Blue / C.S.D. Câmara de Lobos 3-0 (25-22, 25-19, 25-18)

Segunda vitória da época para o CFBelenenses/Blue

O Belenenses apresentou as seguintes jogadoras: 1 - Joana Polido; 2 - Andreia Anselmo; 3 - Joana Coimbra; 4 - Rita Fernandes (capitã); 5 – Nilza Gonçalves; 7 – Solange Rodrigues (Libero); 8 - Brígida Ferreira; 9 - Andreia Martins; 13 - Márcia Neves; 14 - Aline Rodrigues; 17 - Daniela Loureiro; 18 - Joana Gonzalez (Libero).

Na receção ao CSD Câmara de Lobos esperava-se um jogo equilibrado, ainda que o objetivo fosse sempre a vitória do Belenenses. O que é certo é que a equipa da casa foi sempre mais forte, superiorizando-se ao seu adversário e aumentando o seu rendimento de set para set, ao mesmo tempo que impossibilitou as adversárias de fazerem o seu jogo habitual.


A equipa madeirense, que conta com jogadoras muito experientes, aposta – e apostou – normalmente numa boa receção e num ataque seguro pelas pontas, jogando com o bloco das adversárias ou atacando bolas de forma colocada. As madeirenses apresentaram uma impressionante defesa, que levou a uma sustentação de bola muito acima do que é habitual neste nível.


Neste jogo, bem conseguido por parte das atletas azuis, o bloco bem formado dificultou muito esta estratégia. A receção das azuis esteve muito acima do que se tinha visto no dia anterior e deu a Brígida Ferreira, a distribuidora do Belenenses, várias opções de ataque que deixaram sem resposta o Câmara de Lobos. O primeiro set terminou com 25-22 para a formação da casa que, apesar de ter ainda alguns erros, construiu jogadas muito poderosas e demonstrou entrar na partida com confiança.


No segundo set, nem a infeliz lesão que obrigou Daniela Loureiro a abandonar o jogo quebrou a moral das jogadoras azuis, que mantiveram um nível constantemente superior ao das advversárias. Os erros diminuíram e o cansaço começou a ser evidente nas atletas do Câmara de Lobos, que começaram a limitar-se a jogar a bola para o lado contrário, sem grande intenção. No final, o resultado ficou em 25-19.


A história repetiu-se no terceiro set que, com 25-18, deu a vitória ao CFB. Mais uma vez assistimos a um Belenenses consistente e moralizado, ansioso pela conquista da segunda vitória no campeonato, e a uma formação do Câmara de Lobos que pareceu cada vez mais desmoralizada e incapaz de se impor perante a mais poderosa formação da casa.


Apesar de não ser um jogo espetacular, e das atletas do CFBelenenses/Blue não estarem ao seu melhor nível, os objetivos foram cumpridos e ficaram em casa mais 3 pontos, importantíssimos nesta fase. No próximo fim-de-semana, a equipa vai a casa do GDC Gueifães, na tentativa de mostrar o seu melhor voleibol em terras do norte.

SSM

C.F. "Os Belenenses" Blue / C.S. Madeira 1-3 (18-25, 22-25, 25-22, 7-25)

Derrota com o CS Madeira por 3-1

O Belenenses apresentou as seguintes jogadoras: 1 - Joana Polido; 2 - Andreia Anselmo; 3 - Joana Coimbra; 4 - Rita Fernandes (capitã); 5 – Nilza Gonçalves; 6 – Sunilza Gomes, 7 – Solange Rodrigues (Libero); 8 - Brígida Ferreira; 13 - Márcia Neves; 14 - Aline Rodrigues; 17 - Daniela Loureiro; 18 - Joana Gonzalez (Libero).


No sábado, o CFBelenenses/Blue jogou em casa, contra o CS Madeira, o primeiro jogo da jornada dupla agendada para este fim-de-semana. O objetivo seria, pelo menos, pontuar, obrigando as madeirenses a disputar pelo menos cinco sets, ou mesmo impor uma derrota à formação que ocupava o terceiro lugar da classificação.


Infelizmente, um começo tremido, num jogo em que desde cedo as atletas da ilha forçaram a receção do Belenenses, que não conseguiu responder da melhor forma, acabou por ditar uma derrota no primeiro set pelo parcial 18-25.


Um segundo set melhor para as atletas azuis, em que conseguiram aproveitar um rendimento abaixo do esperado por parte das madeirenses, acabou por ser mais equilibrado. O Belenenses chegou mesmo a pôr o resultado em 20-21, ao recuperar 5 pontos numa única formação, mas alguns erros na parte final do set fizeram do 22-25 o parcial final do segundo set.


Com o CS Madeira a vencer por 2-0, a formação da casa reagiu bem, errou menos e começou a acertar a receção, ao mesmo tempo que conseguiu anular uma das mais influentes atletas adversárias, Cindia Barbosa. Com um rendimento superior por parte das lisboetas, o set terminou com 25-22 e fez renascer a esperança, desde que a atitude se mantivesse.


Isso não aconteceu e num set absolutamente desastroso por parte do Belenenses, o Madeira conquistou os três pontos que ambicionava. A receção quase inexistente ditou, em última análise, o parcial de 7-25 com que a formação madeirense fechou o jogo.


Uma derrota difícil de engolir já que, perante um Madeira menos eficaz do que o esperado, e com alguns erros, o Belenenses podia ter discutido o resultado – como fez, aliás, no segundo e terceiro set – e deixado mesmo o pavilhão Acácio Rosa com uma vitória importante.

SSM

Juvenis em jogo muito equilibrado, com final amargo para o Belenenses

No segundo jogo da época não se esperavam facilidades por parte da equipa do G. D. Sesimbra. O adversário, já bem nosso conhecido, viria por certo disputar o primeiro lugar da série “E” (a contar para a primeira fase do Campeonato Nacional). E assim foi… um jogo muito equilibrado, à semelhança dos jogos disputados na época passada.


No primeiro set, a equipa do Belenenses entrou muito concentrada e decidida a demonstrar que este ano seria diferente. Com um serviço forte e uma boa ligação recepção-passe-ataque, a nossa equipa levou de vencida as Sesimbrenses por um expressivo 25-19.

No segundo e terceiro set, reflexo de algum deslumbramento das nossas atletas e de um serviço forte das adversárias, a equipa do Sesimbra corrigiu os erros cometidos no primeiro set e conquistou ambos os sets, por 21-25 e 18-25.


O quarto set iniciou-se com ambas as equipas a quererem “agarrar” o jogo, tendo-se assistido a uma igualdade aos 10 pontos. Nessa altura, face a uma atitude guerreira e a um maior acerto no ataque, o Belenenses conseguiu “fugir” no marcador e terminar o set com uma excelente vitória por 25-18.

Depois da boa exibição do quarto set, no quinto e último set o público presente esperava uma vitória da nossa equipa. Assistiu-se então a um início de set disputadíssimo, com o Belenenses a conseguir uma pequena vantagem de dois pontos. Contudo, a equipa do Sesimbra, apostando num serviço agressivo e num ataque forte e sem erro, coloca a nossa equipa em desvantagem até ao final do set (7-15).


Derrota amarga, mas com ensinamentos importantes para as nossas jogadoras. Parabéns pelo empenho e trabalho realizado. Recuperar e treinar para mais um jogo, já no próximo sábado, frente ao Lusófona Voleibol Clube (16 Horas – Escola João Gonçalves Zarco).

RF

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Iniciadas perdem na 2 concentração

Na segunda jornada, realizou-se mais um jogo contra uma das melhores equipas do grupo, Lusófona VC.
No inicio do jogo deparámo-nos com uma equipa bem formada, com atletas mais evoluídas tecnicamente que as nossas, notando-se um pouco de nervosismo por parte da nossa equipa, este nervosismo transpareceu no resultado do 1º set por 25-3.
No 2º set, as atletas não conseguiram ultrapassar a pressão feita pela equipa adversária, que com um serviço muito forte levou a um parcial de 25-0.
No ultimo set, depois de uma breve conversa com as atletas, incentivando-as a divertirem-se dentro de campo e a ajudarem-se mutuamente, o resultado foi completamente diferente, estando sempre à frente do set até aos 19-19.
JM

Estreia das Cadetes

No primeiro jogo oficial da época a equipa de cadetes deslocou-se até à casa de um adversário forte o Col. S.João de Brito. Para este jogo o C.F. Belenenses apresentou as seguintes atletas: Nº2 - Maria Matilde Sousa, Nº4 – Inês Debourdeau, 6 – Matilde Limbert, 7 – Catarina Canteiro, nº8 Inês Poppe, Nº9 – Marta Costa, Nº10 – Ana Sofia Lourenço, Nº12 – Carolina Miranda, Nº13 – Madalena Andrade, Nº14 – Catarina Rego, Nº17 – Ana Catarina Santos, Nº18 – Cátia Pacheco.
Com muitos nervos e ansiedade as nossas atletas não entraram bem no 1º set. Com muitas dificuldades na receção e erros no serviço que as adversárias aproveitaram bem, a nossa equipa levou tempo a conseguir soltar-se e concentrar-se. No entanto, quando tal aconteceu as nossas atletas melhoraram as suas ações individuais, o jogo tornou-se mais organizado e a partir dos 15 pontos a nossa equipa conseguiu reequilibrar o jogo e melhorar a qualidade do mesmo. Contudo o avanço dado no início não foi recuperado na totalidade e no final as adversárias venceram por 25-22.
Para o 2º set a nossa equipa entrou em campo já bem mais confiante e concentrada. Manteve as melhorias registadas no final do set anterior sobretudo ao nível do serviço e receção e aproveitou erros da equipa adversária, o que permitiu ganhar alguma vantagem no marcador. Contudo essa vantagem não foi segura até ao final do set, uma vez que as atletas do CSJBrito não baixaram os braços e correram atrás do marcador e conseguiram empatar o resultado que foi disputado taco a taco até ao final do set.

Ambas as equipas demonstraram muita garra e espirito de luta com jogadas em que a bola teimava não cair no chão. Nesta disputa e na parte crucial do set as nossas atletas azuis levaram a melhor e venceram este 2º set por 25-23.
Apesar de animadas pela vitória no 2º set, as nossas atletas não conseguiram entrar bem no 3º set. Uma vez mais demonstraram dificuldades na receção fruto também de um melhor serviço que as adversárias impuseram e voltaram a desconcentrar-se, somando erros individuais que iam dando pontos às adversárias. Contudo, lutaram sempre para recuperar o resultado e conseguiram-no fazer cerca dos 20 pontos. Daí até ao final, o resultado foi sempre muito disputado. Na parte final do set (dois últimos pontos), a equipa adversária mostrou-se mais confiante ao nível do ataque e do serviço e levou de vencido o 3º set por 25-23.
Após a derrota no set anterior pela margem mínima, as nossas atletas azuis entraram em campo, desanimadas e desconcentradas. Somando erros individuais, mesmo até em ações simples, a um maior acerto por parte das adversárias em todas as fases do jogo e sobretudo na defesa, o marcador disparou para o lado do C.S.Brito e desta vez a nossa equipa não teve capacidade de resposta pelo que a derrota foi por 25-13.

Foi um primeiro jogo típico de início de época ainda algo confuso, com muitos erros individuais de ambas as equipas e muita ansiedade. No entanto, as nossas atletas demonstraram garra para lutar e vontade para corrigir os aspetos menos positivos. Estamos certos de que com tempo e trabalho as vitórias irão aparecer. O próximo jogo é no dia 12 de Novembro (sábado) às 11h contra o C.R. Piedense no Pav. Acácio Rosa onde esperamos contar com o apoio dos amigos, sócios e adeptos. 
MG

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Infantis em Fim-de-semana agridoce

Ao contrário do que era vontade de todos, as infantis do CFBelenenses/Blue não saíram plenamente vitoriosas desta segunda concentração da época. Ainda assim, conseguiram uma vitória importante – e menos complicada do que fizeram parecer – com o Clube Nacional de Ginástica, e mostraram argumentos para se redimirem, no futuro, da derrota que lhes foi imposta pelo Colégio S. João de Brito.

As atletas entraram no jogo com o CNG algo apáticas e nervosas, o que se traduziu em parciais mais equilibrados do que se previa. Um dos grandes problemas da formação azul foi mesmo esse nervosismo que fez com que jogassem muito à base da colocação de bola, em passe, no terceiro toque. Ora, é certo que, como mostraram já nos jogos passados, quando atacam a bola, as nossas meninas são muito eficazes.

Os parciais 25-20, 18-25, 25-10, 25-10 demonstram a superioridade do Belenenses que, não jogando ao seu melhor nível, apostou no serviço – e bem – e conseguiu derrotar o CNG, apesar do set entregue às adversárias.

Já o jogo com o CSJB foi diferente: mais uma vez, as jogadoras azuis entraram nervosíssimas e, aqui sim, isso custou-lhes a vitória. O primeiro set, terminado com o parcial 25-14 para o CSJB, foi completamente controlado pelas atletas do colégio. O bom serviço do CSJB deixou completamente sem reação as belenenses, que não conseguiram sequer construir jogadas eficazes, e muito menos levar de vencida as adversárias.

O segundo set foi o pior para o CSJB, que viu as atletas azuis jogarem melhor desde o início, mantendo desde logo uma ligeira vantagem que, ainda assim, foi reduzida no final do set, terminado com o parcial de 25-22 para o Belenenses.

O terceiro set foi talvez o melhor para a formação azul, pelo menos inicialmente, e ficou até a possibilidade da vitória cair para o seu lado. Infelizmente, no final, a fraca receção do Belenenses, aliada à pouca eficácia do ataque, ditou um parcial final de 25-18 para o CSJB.

O quarto, e último, set foi desastroso para as belenenses: o 14-25 ditaria o fim do jogo e demonstrou bem a incapacidade de reação perante uma formação mais organizada do colégio, que se limitou, no final, a colocar o serviço.

Acabou por se tratar de um fim-de-semana agridoce, com uma vitória por 3-1 e uma derrota pelo mesmo resultado, mas não podemos deixar de deixar um enorme agradecimento à claque do CFB/Blue, que se tem mostrado incansável e um importante apoio para as atletas, sobretudo nos momentos mais difíceis.

SSM

Juniores - Um jogo que não o foi!

Fazer uma crónica de um jogo nem sempre é uma tarefa fácil, mas ter que fazer uma sobre algo que não aconteceu roça o impossível.
Diz a sabedoria popular que uma imagem vale mais que mil palavras, mas neste caso mais que qualquer imagem ou descrição dos acontecimentos é a frieza dos números que melhor exemplifica o que se passou.

O 1 Set terminou em 26 minutos com o parcial de 25-12. No 2 set os números são piores, 14 minutos de jogo para um parcial de 25-10. No 3 set viu-se alguma reacção, o que fez melhorar os números que podemos apresentar, 20 minutos de jogo para um parcial de 25-17.

Nos perto de 60 minutos que o jogo durou apenas a equipa da Lusófona V.C. esteve em campo, o C.F. “Os Belenenses” / Blue passou pelo pavilhão da Escola Gonçalves Zarco mas nunca chegou a entrar no jogo, que de jogo apenas teve os primeiros minutos do 1 set.
Faltou garra e atitude à equipa do Restelo para minimizar as diferenças existentes entre as duas equipas e por outro lado acumularam-se os erros da equipa azul, onde o serviço e a recepção nunca funcionaram e não permitiram passar, sequer, à fase de construção de jogo. Tornando dessa forma impossível passar à fase de conclusão o que não permitiu à equipa criar dificuldades ao adversário.

Perante tal desequilíbrio resta dar os parabéns aos vencedores, enquanto o C.F. “Os Beleneses” / Blue precisa reagir às contrariedades, aprender com os erros, assimilá-los e trabalhar muito para os corrigir, pois só dessa forma pode melhorar a pálida imagem que deixou (bem longe daquilo que vale, pode e sabe fazer) e continuar a evoluir no sentido de tentar alcançar os objectivos a que se propôs.
Algo que acreditamos vai acontecer já no próximo domingo quando se deslocar ao Pavilhão de S. Julião da Barra para defrontar a sempre aguerrida equipa do C.V.O.

Para a história fica o resultado: C.F. "Os Belenenses" / Blue x Lusófona V.C. - 0-3 (12-25, 10-25, 17-25)

CT

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Castelo da Maia G.C. / C.F. "Os Belenenses" Blue 3-0 (25-19, 25-18, 25-20)

Segunda derrota pela diferença máxima (3/0)

O Belenenses apresentou as seguintes jogadoras: 1 - Joana Polido; 2 - Andreia Anselmo; 3 - Joana Coimbra; 4 - Rita Fernandes (capitã); 5 – Nilza Gonçalves; 7 – Solange Rodrigues; 8 - Brígida Ferreira; 9 - Andreia Martins; 13 - Márcia Neves; 14 - Aline Rodrigues; 17 - Daniela Loureiro; 18 - Joana Gonzalez (Libero).


As jogadoras azuis entraram no 1º set, com pouca concentração e acusaram uma certa responsabilidade de ganhar, assim foram acumulando falhas técnicas bem aproveitadas pela maior experiência das jogadoras adversárias, que ao verem-se com vantagem no marcador controlaram o set até ao seu final vencendo o mesmo por 25/19 em 23 minutos.


2º set , igual ao primeiro, com as jogadoras maiatas a entrar melhor que o Belenenses, com as jogadoras azuis a cometerem erros que não tinham acontecido nas duas primeiras jornadas que foram bem aproveitados pelas adversárias que assim ganharam o set por 25/18 em 26 minutos.


No 3º e último set do jogo, as jogadoras azuis entraram novamente mal no jogo, ainda a meio do set tentaram equilibrar o mesmo mas as jogadoras do Castelo da Maia não se deixaram surpreender e venceram o set e o jogo por 25/20 em 24 minutos.


Derrota com sabor amargo pois o Belenenses tem equipa para discutir o resultado com as nossas adversárias, mas para isso tem que demonstrar em campo que isso é possível e não foi o que aconteceu neste jogo. A nossa equipa sendo muito jovem tem capacidade de fazer melhor nas próximas jornadas do Campeonato Nacional e demonstrar que esta jornada foi um mero erro no nosso percurso.


Próximos jogos do Campeonato são nos dias 5 de Novembro, sábado às 15.00 horas, contra o C. S. Madeira e no Domingo dia 6 de Novembro, domingo às 15.00 horas contra o Câmara de Lobos, no Pavilhão Acácio Rosa.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Juniores vencem na Filipa Lencastre

Também as juniores começaram com o pé direito esta nova época, ao vencerem o Filipa de Lencastre fora de casa por 3-0, num jogo em que demonstraram saber responder da forma correta às adversidades do jogo.
Apesar de entrarem mal no primeiro set, em que chegaram a estar a perder por 6-2, as atletas azuis conseguiram dar a volta por cima e manter o equilíbrio do resultado até cerca dos 17 pontos quando, infelizmente, uma lesão obrigou à substituição forçada da Sofia Macedo. As colegas, ao invés de desmoralizarem, reagiram da melhor forma e dilataram o resultado, fechando o set com 25-22.
Um segundo set sem história, em que o CF Belenenses/Blue usou e abusou da ponta, eficaz, e em que se começaram a ver jogadas pelo meio da rede, sem que o Filipa de Lencastre conseguisse alterar o rumo do jogo, acabou novamente com 25-22.
Naquele que foi o mais equilibrado dos três sets, com o Belenenses a entrar novamente em desvantagem – o resultado chegou mesmo a estar em 8-3 favorável às atletas da casa –, ficaram patentes as fragilidades na receção da equipa do Filipa, ainda que as nossas atletas não tenham conseguido aproveitar da melhor forma. O parcial de 25-23 pôs um ponto final no jogo e deu os três pontos preciosos que o Belenenses procurava, num jogo em que as atletas mostraram potencial para evoluir ao longo da época.
O próximo jogo é no domingo às 16h na Escola Gonçalves Zarco contra o Lusófona Voleibol Clube, onde esperamos poder contar já com a Sofia, nem que seja na bacada, a quem desejamos rápidas melhoras.

SSM